história
Grandes jogos

Argentina x RFA: coroar Maradona

2014/05/22 18:14
Texto por João Pedro Silveira
l0
E0
A 29 de Junho de 1986 a Argentina bateu a Alemanha Ocidental por três bolas a duas, no Estádio Azteca, na Cidade do México, ganhando o direito a levantar a Taça de Campeão do Mundo da FIFA pela segunda vez. Quem se deslocou ao célebre anfiteatro da capital mexicana não saiu defraudado. A final de 1986 teve de tudo: pormenores individuais, táctica, emoção, drama e incerteza. A final em que El Pibe levantou a Taça de Campeão do Mundo.

O jogo decisivo do mundial de 86 é por direito próprio um clássico dos mundiais. A uma Argentina que chegara à final em velocidade de cruzeiro, impulsionada pela mestria de Diego Armando Maradona, opunha-se a Alemanha Ocidental, orientada por Franz Beckenbauer, que sonhava igualar o feito do brasileiro Mário Zagallo e sagrar-se campeão do Mundo tanto como jogador, como treinador.

Brown adianta 

O jogo começou lento, com as duas equipas a estudarem-se, debaixo do sol inclemente da capital mexicana. O impasse seria quebrado depois de um livre em jeito de canto curto, quando Jose Luis Brown de cabeça, deu o melhor seguimento ao centro de Burruchaga, marcava o relógio 23 minutos.

Naturalmente, a Argentina saía na frente, e o resultado não sofreu alteração até ao intervalo, do Maradona genial que havia eliminado a Inglaterra e eclipsado a Bélgica, não havia sinal, anulado na perfeição pela táctica de Beckenbauer, que colocara Lothar Mätthaus a perseguir o astro argentino para todo o lado que fosse.

A primeira parte acabava com mais faltas do que oportunidades de golo. Jogo duro, sem espaços para os grandes artistas, seria só na segunda parte que as duas equipas se soltariam para oferecer ao Mundo um espectáculo digno de uma final de um mundial.

Argentina mais perto do céu

O segundo tempo começou com mais um golo argentino. O remate certeiro de Valdano parecia decidir a questão. Nas bancadas os argentinos celebravam, no banco, Beckenbauer via os seus jogadores cansados, vencidos pelo calor e pela adversidade.

Ainda faltavam 35 minutos, mas o 2x0 era um rude golpe, era preciso «acordar a equipa. Gritou para dentro do campo, apelando ao seu orgulho. A Alemanha tinha de se soltar, arriscar mais.

Do outro lado, Bilardo pedia concentração, era muito cedo para os jogadores entrarem em descompressão. Os alemães eram famosos pelas recuperações. Bilardo estava nervoso e a reação alemã não tardaria...

Chamaram? 

El Pibe continuava afastado do jogo e a Argentina dava sinais de desconcentração. Aos 74 minutos Karl-Heinz Rummenigge deu o melhor seguimento a um canto apontado na esquerda por Brehme. Seis minutos depois, novo pontapé de canto, Brehme cruza para o centro da área, Berthold cabeceia para a pequena área, onde Völler emenda perante um Pumpido, que surpreendido, vê a bola passar-lhe por entre os braços.

Os alemães festejam como loucos, em seis minutos conseguiram o que não tinham conseguido nos primeiros 70. Diego Maradona faz questão de pegar na bola, a mensagem era clara para os colegas: «vamos ganhar isto!». Maradona aparecia a tempo de resolver a questão.

A três minutos da fim a bola parece estar perdida a saltar no meio-campo, quando Maradona vê que Burruchaga está desmarcado e com um toque, faz um passe que apanha a defesa alemã em contra-pé. Burruchaga avançou para a área de Schumacher e fuzilou as redes alemãs.

Argentina três, Alemanha Federal dois, não havia forma desta vitória escapar à Alviceleste. Quando Romualdo Arppi Filho apitou para o final, a Argentina juntava-se a Uruguai e a Alemanha, com dois troféus conquistados. A Alemanha, pela segunda vez consecutiva perdia a final, o ajuste de contas teria de ficar para Roma, quatro anos mais tarde...



Capítulos
Comentários (0)
Gostaria de comentar? Basta registar-se!
Motivo:
jogos históricos
U Domingo, 29 Junho 1986 - 11:00
Estadio Azteca
Romualdo Arppi Filho
3-2
José Luis Brown 23'
Jorge Valdano 55'
Jorge Burruchaga 83'
Karl-Heinz Rummenigge 74'
Rudi Völler 80'
Estádio
Estadio Azteca
Estadio Azteca
México
Cidade do México
Lotação99250
Medidas105x68
Inauguração1966